domingo, agosto 19, 2007

Deuique Reeo

E amiga amapô pheena acabou de chegar da Europa, no seu tour cultural por Lisboa, Madrid e Paris.
Pra matar a saudade e saber dos basfonds do Velho Continente, marcamos um drinquezinho básico.

Claro que depois de muitas histórias sobre o Prado, Louvre, Pompidou, os pasteizinhos de Belém e as moninhas francesas, as bees e as amapôs ficaram com aquele fogo e fomos parar na The Week.

Noitezinha ótima, buathy lo-ta-da, som sensacional do Felipe Lira (que tocou uma versão maravilhosa de I feel Love, da Donna Summer - música que eu amo!) e Morais (que abusou dos hits e fez a pista ferver horrorez) e função divertidíssima pra entrar na área Vip.
Aliás, a cada semana temos uma novidade no club (dessa vez, muitos sofás e pufes fizeram a alegria das bees mais cansadas), que vai tomando forma sem perder a ótima vibe carioca. Adoro.


- Arraza no penacho, bee!


---

Aproveitando, vale falar sobre a cena do Rio, que anda movimentadíssima.

Quem há 6 meses reclamava que nada acontecia na Cidade Maravilhosa e via aquela cidadezinha do Sul que acha que é cosmopolita querendo tomar a posição de top destino gay se surpreende com tanta novidade.

Até mesmo há pouco tempo eu e Estefanio, conversando sobre a noite do Rio, pensamos: "Tá, TW chegou. Mas ainda falta algo pra sexta-feira, dia sem uma boa e nova opção GLS desde que a Pufe no Drama de Ferro mó-rreu."

No sábado, como todo mundo sabe, não tem pra ninguém: o mundo está lá, de famosos a modernos, de barbies a bees recém saídas do armário, de colocadas a caretas, de feias a bunitas: a TW é luxo.

Porém, há menos de um mês, a cidade ganhou duas novas opções: Caracalla e Trolha, ops, Troya.

A primeira apareceu do nada, não disse a que veio e eu não ouvi ninguém dizendo que foi ou vai.
Eu estava tão por fora do estabelecimento que imaginei ser uma sauna com pista, mas só depois descobri que era uma pista com sauna.
As únicas coisas que sei vieram através do jornal: fica em uma casarão reformado e ótimo da Lapa, com investimento de um italiano (que, me corrijam se eu estiver errado, nunca produziu nada na noite do Rio. Ou seja, completamente desconhecido).
A princípio, começou com duas noites na semana, apostando em DJs brasileiros (e não muito famosos, diga-se) mas, pelo jornal desse finde, o sábado já babou, ficando como opção apenas pra sexta.

A segunda nasceu em um lugar que já conhecido: um antigo bingo que virou The Place que voltou a ser bingo que fechou de novo. Tudo isso no subterrâneo de uma galeria ao lado do Municipal.
Fui a The Place uma vez - pra nunca mais: teto baixo, pista compriiida, ambiente terrivelmente quente (lembrem-se que se trata de um subterrâneo, ou seja, a ventilação é um problema natural do espaço, que deveria ser ultraequipado com ar-condicionado), pessoas estranhas, muito bate-cabelo, som péssimo, gente de gosto duvidoso - não consegui chegar nem na metade da pista, e olha que eu adoro ficar -pelo menos um pouquinho - na frente do DJ pra sentir a vibe do dancefloor. Some a isso o fato de eu ficar imaginando as máquininhas de bingo funcionando... não dava.
Do novo espaço, soube que o calor continua sendo o drama, mas a frequência anda melhor e o time de DJs é bastante bom.
Prometo visitar. Quem sabe em breve.

As opções antigas continuam no mesmo lugar - pelo menos por enquanto.

A Le Boy sempre teve seu público trevas, que diversificava nas festas fechadas. E continua sendo a única a abrir de terça a domingo (dia que só "compete" com a pisteenha do 00).
Ou seja, parece que não vai sofrer com a concorrência porque além de ter seu público fiel, esse tal público não é o mesmo das outras casas.
O público TW, por sinal, é um pouco anti-LB, talvez por ser caricata, over e gay demais (sauna, michês, gringos, dark room), talvez por ter ficado parada no tempo, apesar da boa infra (alguém avisa ao Gilles que o DJ não pode ficar mais escondido, pleeease).

O Cine Ideal é aquilo, né?
Resolveu assumir a linha bagaceira, agravada pela bebida liberada sexta E sábado, com o slogan "o clube mais popular do Rio", e anda distribuindo convite até pra quem passa do outro lado da calçada.
E olha que um dia já foi "templo da house music"...
Deixa de competir com a TW pra competir com a 1140. Afff...!
E se uma das duas falirem, não vou sentir falta alguma.

Tá tudo muito bem, tá tudo muito bom, mas a prova de fogo ainda vem aí.
O Rio é famoso pelas festas - passamos décadas sem termos um grande club decente com programação realmente atual.
Feriadão de 7 de setembro tá chegando e apesar de ser o finde da Parada daquela tal cidadezinha do Sul, mais uma vez seremos o destino das fervidas do país - com tantas opções e top DJs bookados, não poderia ser diferente, né?

Resta saber o que vai dar certo e o que vai sair micado nessa mini temporada, mas já confesso estar muito empolgado com tudo o que já ouvi por aí.

11 comentários:

introspective disse...

ótimo apanhado, Gui! eu q já não apareço desde maio só sabia dessas novidades todas pelos blogs e amigos. agora, em setembro, se tudo der certo vou dar o ar da graça e ver a quantas anda o fervo na minha segunda e bafônica casa. adoro!

abonitadavieirasouto disse...

No seu post só tem um erro, as mesmas bee que freguentam a LB, vão sim a TW, só não tem os michês pretinhos na TW e sim esta lotada, mas ninguém fala, creio para não perder, que a fila dos VIP's cada dia esta enorme, assim é fácil encher uma boite mesmo sendo a TW e localizado na Saúde, quero ver quando acabar as listinhas, mas aí é verão e o povo do Brasil e do mundo chega para encher a boite, e a prova do nove vai ser dia 8 de setembro, com uma X na Marina e com Chris Cox tocando, quem viver, verá.

Clebs disse...

ótimo! Concordo com tudo que vc disse! Estamos nessa agora!

Agora... Eu tb fui na TWRJ no sábado e estava beeeem bacana, mas vc não notou que a caixa de som direita deu defeito? Começou com uma chiadeira baixa e no meio do set do Felipe, desandou. O bom foi que arrumaram logo, logo...

Outra coisa: Da onde sai tanta mulher naquele lugar?! Fechem o buero, please!

Abração!

Anónimo disse...

Até entendo vc falar que o Rio tá melhor em matéria de noite, mas não precisa desdenhar Floripa. É um mini Rio que deu certo.
A The Week Rio chegou e nem chega perto da paulista. Lugar muito longe, só com um ambiente...mas para carioca tá ótimo. Só não sei se a casa se aguenta porque as pessoas andam muito duras por aí. Não aguento mais carioca se mudando pra São Paulo!
E de cosmopolita o Rio não tem nada. Foi-se o tempo em que a gente ia para o Rio nos feriados. Festas nojentas na Fundição, com aquele banheiro transbordando. Le Boy lixo, Cine Ideal lixo, Galeria lixinho.
Eu acho o Rio lindo, maravilhoso, amo...mas acho que ele é que nem a Vera Fischer: belo porque nasceu assim, mas decadente e mal tratado.

Anónimo disse...

Até entendo vc falar que o Rio tá melhor em matéria de noite, mas não precisa desdenhar Floripa. É um mini Rio que deu certo.
A The Week Rio chegou e nem chega perto da paulista. Lugar muito longe, só com um ambiente...mas para carioca tá ótimo. Só não sei se a casa se aguenta porque as pessoas andam muito duras por aí. Não aguento mais carioca se mudando pra São Paulo!
E de cosmopolita o Rio não tem nada. Foi-se o tempo em que a gente ia para o Rio nos feriados. Festas nojentas na Fundição, com aquele banheiro transbordando. Le Boy lixo, Cine Ideal lixo, Galeria lixinho.
Eu acho o Rio lindo, maravilhoso, amo...mas acho que ele é que nem a Vera Fischer: belo porque nasceu assim, mas decadente e mal tratado.

Gui disse...

Anonimo, não estou desdenhando de Floripa. Aquela cidade nao é um Rio que deu certo, é uma Ibiza Wannabe.
Na alta temporada, vive com engarrafamentos, sujeira, falta d'agua, turistada argentina porca. É linda, mas falta um pouquinho de infraestrutura pra ser alguma coisa, ne?

A opçao gay do carnaval, se nao fosse a tenda da TW, se resumiria àquele horror da Concorde, mais uma festa e um pub. Ah, tem aquele tal quiosque, com gente feia, bate cabelo, cerveja quente...Pelamor...
Que seja uma opçao pros paulistas que querem diversificar, vá lá. Mas dizer que substitui o Rio, há uma grande diferença. Alias, vc conhece algum gringo gay que tenha ido pra la no Carnaval?! Desconheço qualquer operadora gay de viagens internacional que tenha vendido Floripa como o novo destino do mundo...

Mas vc tem certa razao quando fala mal do Rio. Só nao percebeu que eu digo exatamente a mesma coisa e faço exatamente as mesmas críticas, tanto no post quanto no blog inteiro.
Amo SP, seu dinheiro e todas as opçoes que existem. A TWR nao chega aos pes da original, mas basta lembrar que a matriz tb nasceu pequena e cresceu aos poucos. E, se eu sei bem, a Lapa de Baixo (ou a Pacha e a Flexx, se preferir) ficam tao longe quanto a Saúde, né? Distância não parece ser o problema...

E, sinto contrariar, mas a massa paulistana vem, sim, pra cá. E vai continuar vindo, junto com as mineiras, brasilienses, capixabas... vide a inauguraçao da TWR e o tititi do 7 de setembro.

Sorry, periferia.

Anónimo disse...

Você tava tão educado na resposta que quase cheguei a ficar sem graça, não fosse pela última linha.
Quanto a "gente feia" (notei um certo preconceito aos desprovidos de beleza), dê uma visitada em Jurerê Internacional. Depois me conta.
Aliás, preconceito mesmo eu senti da Bonita da Vieira Souto. "Michês pretinhos?"
Coisa feia...uma bicha tendo preconceito com negro. Espero que ela apanhe de 10 pit-bulls e perca os dentes da frente.

Gui disse...

Anonimo, darling. Eu SOU educado...rs. A ultima frase não foi dirigida a você. Foi um lamento pras tais cidades que, mesmo querendo, não chegam aos pés do Rio em muitos quesitos.

E, pra esclarecer, o "gente feia" é relacionado ao tal quiosque citado. Floripa tem uma massa incrível de gente bonita e rica, com exceçao desse quiosque bagaceiro. Pena que, ao contrario do resto da cidade, só esse lugar seja assumidamemte gay.

bonita, sim, as bees são quase as mesmas. Mas, pelo menos nos ultimos tempos, ninguem aguentava ir a LB sem ser em dia de festas... Mas vc não notou que existe muita gente "diferente" na TW? As de sempre estao lá (eu e você somos prova disso...rs) mas apareceu um pessoal que eu nunca vi na vi-da.
Ah, e os vips sao MUITOS. Mas faz parte do jogo de uma casa recem-inaugurada, ne?

celebs, não notei! Até a hora que subimos, ficamos na parte esquerda da pista, deve ter sido isso. Mas fico feliz em saber que arrumaram logo, logo. Padrão TW é isso aí...
Eu levei duas amapôs, tá?! rs

introspective, vem pro feriadão, neam?
Vai ser babado.

Alexandre Lucas disse...

A TW Rio promete estar fervendo no 7 de setembro. Bom pro RJ mais uma boa opção :)

Lady Metal disse...

Estou louca para voltar e ferver nas novas pistas cariocas. Lou-ca!

introspective disse...

acho que venho sim. ou nesse fds, ou no anterior. tudo depende dos meus compromissos em São Paulo.

agora, ansioso mesmo estou pro 12/out.