segunda-feira, fevereiro 18, 2008

Maluquices

Vem cá....

Até quando o querido prefeito vai continuar autorizando eventos de portes desproporcionais pra cidade em locais sem a menor infra-estrutura, como a enseada de Botafogo e a praia de Copacabana?
Sábado teve show de igreja evangélica, domingo teve axé. E o trânsito parado, a sujeira absurda, a falta de banheiro químico e o caos total continuavam lá, firmes e fortes.

Não sou contrário a eventos ao ar livre na cidade, óbvio, até porque são a cara do Rio, ainda mais nessa época de verão com milhões de turistas. Mas vamos combinar que não dá pra ter um show desses uma vez por mês. Uma coisa é um Projeto Aquarius, um show do aniversário da cidade ou um Rolling Stones (que mesmo gigante, teve um simbolismo incomparável pra cidade) e outra - bem diferente - é a cafona da Claudia Leitte, Ana Carolina, Maria Rita e mais mil e um cantores gospel que só estão ali fazendo propaganda de telefônica ou lucrando pros cofres das igrejas.

Nem isso esse pateta soube copiar de SP, que limitou os eventos na Avenida Paulista, deixando apenas aqueles que têm ligação direta com o local. Mas se nem do Cidade Limpa o prefeito é a favor, imagina proibir os shows na praia...
Aliás, deve rolar muito aqüé pras empresas anunciarem suas marcas em pontos de tanta visibilidade, né?

Soluções existem: Riocentro, Praça da Apoteose e o inutilizado Autódromo (todos administrados pela prefeitura, diga-se) estão aí pra isso, com espaços suficientes e longe da aglomeração residencial. Até o Aterro do Flamengo com suas pistas largas seria mais prático pra shows de médio porte, mas por lá foi tudo proibido depois que alguns prédios tremeram com o volume do som de um desses eventos (dizem, na verdade, que a força da associação de moradores do bairro, que elege vereadores e faz parte da base do governo municipal, contribuiu muito pra tal decisão).

Mas não tem nada...
Os 16 anos de governo de Cesar Maia estão acabando.
E eu vou soltar fogos quando esse infeliz finalmente largar o osso.

5 comentários:

Alberto Pereira Jr. disse...

kkkk
adorei o post ácido.. a eu gosto de ana carolina e maria rita.. mas imagino como deve ser horrível o trânsito causado por esses shows...

Lady Metal disse...

Cesar Maia só larga o osso quando cantar para subir...

Clebs disse...

Apoiado!!! Domingo foi um inferno em copa e teve até briga para entrar em ônibus já emtupido e no metrô Arcoverde ninguém passava nem da porta! Tive sorte para sair tranquilo para casa do teatro, logo de cara.

Meu amigo pegou um taxi e ficou mais de 45 mim parado! Em pleno domingo!!!

Acho o aterro do flamengo viável, fui no Fatboy por alí e deu certo.

O Rio precisa urgênte de uma nova área para diversão... O Rio Centro é terrível de longe e quando tem festa lá, vira o caos. A mesma coisa para o Autódromo e Apoteose.

Francamente, onde tem mais de 10 brazucas sem educação, tudo vira o caos!!!

Gui disse...

Clebs, mais ou menos. A Apoteose é o local perfeito pra esses tipos de evento: regiao central, sem residencias, com duas estações de metrô proximas e muitos onibus na central. Sem contar a possibilidade de criar estacionamentos der onibus de excursão pela pres vargas inteira, sem tumulto algum.

O RioCentro e Autodromo sofrem com a distancia e acesso, mas nada que uma boa organização nao possa coordenar, ainda mais agora com as melhorias deixadas pelo Pan.

O Atero é otimo tb, tanto que até missa do Papa foi realizada por ali.

Em Copa é que nao da, fato.

Clebs disse...

OK.. considero o que você disse, faz total sentido, mas ainda sim estou para ver um lugar em comum para todos sem o caos dos outros.

Em Copa, só ano novo.