segunda-feira, outubro 13, 2008

Atoro o Perigo Dela

O finde do Pride carioca foi ótimo.
Não teve toda aquela função do ano passado, quando o feriadão de novembro deu o tom e a cidade hiperlotou. Mas tudo funcionou incrivelmente bem. Vamos às festas da temporada:

R:evolution Private @ Sky Lounge
ou Girls Just Wanna Have Fun

Mais uma vez, Rosane Amaral arrastou todas as bunitas pro espaço na Lagoa, em uma ótima festa de abertura da Parada 2008. Lindamente decorada e com ótimos sets de Flavio Lima e Gustavo Scorpio, a grande revelação da noite do Rio, a festa só fez aumentar as expectativas pras edições de Reveillon e Carnaval. Twisted Dee, por sua vez, foi ótima, mas pesou a mão mais do que de costume.

O melhor do Sky é aquele jardinzinho lindo - além dos sofazões brancos que formaram um belo lounge - que foi muito bem aproveitado com as caixas de som estrategicamente posicionadas e ganhou um clima leve e perfeito quando os primeiros raios de sol surgiram na manhã de sábado.

Como cheguei bem tarde - saí do escritório à 1 da manhã (afff!), fui em casa, tomei um belo banho, coloquei um modelón e às 3 pisava no clubinho - aproveitei até onde pude, apesar de todo o cansaço. Às 7:30 da manhã ainda havia disposição pra dar duas voltas na Lagoa e se jogar no pedalinho!

Detalhe pro fervo do fim de festa: as bees se divertindo horrores, brincando de roda, arrasando na amarelinha e na queimada, pulando corda, jogando tênis e vôlei.
Não sei se foi o remix da Cyndi Lauper já de manhã ou o Dia das Crianças se aproximando, mas o momento lúdico rendeu gargalhadas eternas.

Pride @ The Week Rio
ou I'm Everything I'm Because You Loved Me

Contrariando as expectativas, a entrada da casa estava absolutamente tranqüila. O sistema antigo voltou - pelo menos por enquanto - e tudo correu na maior paz.

A The Week estava com a sua pista principal absolutamente lotada e com uma belíssima decoração de fundo do mar. Telões enormes deram a cara da festa - destaque, como sempre, pro ótimo VJ Rodrigo Sucesso (agora colaborador do Glam) com seu indefectível DANCE bombando! Ah!...e o que foi Hebe camargo na tela, gente? AAAMO!

Chris Cox, mais uma vez, reinou absoluto. O super hiper mega simpático DJ deu um show e ninguém conseguiu parar de se divertir. O cara consegue unir todo tipo de tribal, da maior novidade ao mais antigo sucesso da época de Thunderpuss, e deixar todo mundo feliz, feliz, feliz.
Bem que a TW poderia trazê-lo todos os finais de semana, né?

Detalhe pro finalzinho Whitney + Aguilera + Celine. Porque diva é sempre diva. Mas não se enganem: há uma tênue linha entre o clássico e a bagaceira - e só alguns sabem usar essa diferença do jeito certo.

Pra completar, a TW trouxe pro Rio as luzes brancas giratórias iguais às de SP que eu já comentei aqui e pelas quais eu sou absolutamente apaixonado. O que foi o momentinho no final da festa, lá pra umas 9 da matina, quando a pista ficou completamente apagada e só a luminária central rodava bem devagar?! Absurdo!

Parada @ Copacabana
ou Ilariê

A Parada em si foi mais do mesmo: muita gente - 1 milhão não sei, mas a pista da Atlântica estava completamente lotada - e muita gente errada. A versão carioca é bem mais tranquila que a versão de SP - lá não dá nem pra chegar perto, enquanto aqui ainda dá pra se divertir um pouco com o climão de Carnaval.

Apesar de ser um programa bagaceiro, todo mundo comparece - e parece que vai continuar assim por muito tempo. Ao contrário da Parada na Av. Paulista, pra qual muita gente desistiu de ir e agora aposta nas festas que acontecem no mesmo dia - ou até mesmo aproveitam pra descansar de todo aquele fervo -, dá pra encontrar todos os amigos, seja na pista ou nos carros - e sem maiores estresses.

Infelizmente, com o cansaço, não consegui partir pro after da Fosfobox no domingo de manhã - preferi tomar um belo sol na praia - e nem mesmo pro after da Parada - chegamos até a porta do inferninho no Lido, mas tudo parecia muito estranho.

Mesmo assim, valeu pelo evento e pelo exercício da cidadania e da visibilidade. Eu, no meu mundinho Poliana, ainda credito no lado bom da Parada. Pelo menos, vejam vocês, mais uma vez o governador do Estado apareceu, além de um Ministro e dos dois candidatos à prefeitura, enquanto o Crivella ainda amarga a derrota.

Aliás, você já assinou?

---

Foi mais um finde incrível. Tô até mal acostumado.

2 comentários:

Alexandre Lucas disse...

Pena ter perdido =(

introspective disse...

Adorei ler o post, e sinto que me bastei com ele :)