segunda-feira, fevereiro 09, 2009

Essa nêga sem sandália quer sambar

Mais um finde de sumiço. Sorry, mas verão, Rio, academia, pegação, sol, samba, suor e cerveja absolut vanilla com água de coco dão nisso.

O pior é que estou cheio de assunto na ponta dos dedos, mas anda tudo tão corrido que tá foda de parar, pensar e escrever.
Além disso, faltam 11 dias pro Carnaval, né?

Ainda recebi zilhões de mensagens e fotos das amigas que estavam em alto mar no Cruzeiro das Loucas. Tinha até mesmo considerado a possibilidade de embarcar, mas seria muita função pra pouco tempo...(e eu ainda teria que matar dois dias de trabalho). Fica pro próximo.

Resumindo o finde:

Mais uma vez, tudo começou na quinta-feira, o novo sábado. A Preta estava praticamente lotada e muita gente nova apareceu. O que é bom e ruim ao mesmo tempo, né, e eu já estou me considerando "de casa"... Essa semana vai ser daquelas: último ensaio antes da Folia do Momo. Preparem-se.

A sexta foi só de jantarzinho com os amigos no Felice. Quem se arriscou a se jogar acabou se arrependendo, já que notícias davam conta de que lugares como o Antonieta, Galeria, Bubble, Namastê e 69 não bombaram. O Rio é assim...nessa época, muita gente não está na cidade e quem está acaba fazendo programas diferentes - é só dar um pulo na Lapa ou nas quadras das escolas pra comprovar o que estou falando.

O sábado foi dia de jornada dupla: primeiro, ensaio da Grande Rio no Monte Líbano. Lotadíiissimo, como não poderia deixar de ser, mas eu continuo preferindo ir pras próprias quadras das escolas. A Lagoa tem um ar de Baronetti que não me convence. Mesmo assim, samba é sempre samba e a diversão é garantida.
(Ficaadica: quem for à Máxima, mentalize o calor absurdo do salão do clube).

Depois de uma rápida passada pela Farme, rumei pra The Week às 3. O DJ inglês Terry Bryan entrou logo depois e fez um set ótimo, uma digna mistura de house e pop. Os muitos amigos que estavam presentes acabaram fazendo a noite ainda melhor.

O domingo foi dia de 00, que dessa vez encheu bem tarde. A festinha-matinê Jukebox e a volta às aulas espantaram os mais novinhos, que costumam chegar cedo no clubinho da Gávea. Ficaram as pesadas e só lá pra meia-noite a pista tomou forma.

Entre tudo isso, ainda teve um finde de urucum intenso e muito papo nas areias do Coqueirão. Definitivamente, todo-mundo-que-importa largou a Farme: no ponto entre Maria Quitéria e Joana Angélica até os flyers da TW chegaram.
A Banda de Ipanema ainda arrastou uma multidão no seu primeiro desfile, mas sem aquela cara gay do Carnaval. E eu, que estou evitando confusão, continuo fora desses tumultos - fiquei apenas vendo o povo passar antes de partir pro seguro Cafeína.

Agora é reunir forças e entrar na contagem regressiva.
Já prepararam seus paetês?

4 comentários:

Daniel disse...

Eu zuuuuuuuuuuro que nessa 5a eu vou na Preta 0_0

Lucca Koch disse...

todo mundo se jogando na agua de coco com absolut!!

nunca fui ao felice por mais que indique sempre ele a meia duzia de pessoas... as quintas no espelunca estava rolando algo, que ja foi pras cucuias!!... mas fica a dica mesmo, lounge mais democráticos JÁ!

Elephant, os comentários que chegam são os piores, filas e mais filas, vips que não são vips! (ops conheço uma historia bem parecida acontecendo no rio algum tempo! rs.)

o Brian tem bem cara de pool, ou mesmo de chá das 17h com as amiguinhas! HAAHAHAHAHAHAHAH

pro carnaval ja entrei num movimento de controle da mente - CALOR É PSICOLOGICO!!... pq se depender das locações... economizo na sauna, to pensando em levar até borrifador de eucalipto! :P

Alexandre Lucas disse...

Astral inferno já bombando (e olha que sou ariano!). Acho que passarei no "rasinho".

ANDRÉ MANS disse...

uau
isso sim que é disposição
e viva o verão!!