quarta-feira, agosto 19, 2009

Sai Daqui!

Esse assunto foi pauta rápida no Twitter ontem e eu resolvi trazê-lo pra cá.

Eu não gosto de criança.
Assim, não gosto e ponto. E não vejo problema nenhum nisso. Não existe gente que nao gosta de idoso, de homem, de mulher? Então, eu só gosto das crianças as quais sou obrigado a gostar, como as filhas das minhas primas ou dos meus amigos. E assim mesmo somente por um período curto de tempo, o suficiente pra eu começar a mudar de ideia.

Claro que eu não as odeio, apenas não sei lidar com elas, provavelmente por causa da minha falta de paciência. E também não sou nenhum coração de pedra, né, sou capaz até de achá-las bonitinhas - apesar da cara de joelho -, brincar, conversar e me divertir, mas é muita função pra pouco resultado.

Fico assustado quando muitos gays fazem planos de adoção ou realmente adotam. Sou absolutamente a favor desse direito, claro, mas não consigo encaixar uma criança na minha vida. É algo eterno e incondicional e não tão simples quanto a maioria pensa, tanto para um casal HT quanto para um casal gay. E sendo um pouco egoísta, você passa a não ter mais a sua vida - ou a vida do casal - mas sim viver aquela outra vida. Já pensou que loucura?

Isso tudo é pra falar que como um castigo divino por essa minha falta de aptidão, as crianças me perseguem. Em qualquer lugar que eu vá, sempre aparece uma delas pra me tirar o sossego. Avião é um grande exemplo disso. Por mais que eu escolha um lugar lá no final, sempre tem um pai sem noção que resolve pegar uma das últimas fileiras. Oi?

E o pior: elas não calam a boca um segundo. Ou choram desesperadamente ou não param de falar sobre tudo. Não dá, né? Só com muito lexotan: ou pra mim ou pra elas.

Além de eu sofrer com os olhares de reprovação dos amantes de crianças, ainda tenho que aturar a vingança desses pequenos seres.

Não é brincadeira.

12 comentários:

Introspective disse...

"Eu não gosto de criança. Assim, não gosto e ponto." (2)

Daniel disse...

Concordo com a cara de joelho.
Eu até gosto das crianças dos outros. Eu aproveito para ensinar alguma malcriação para elas. hahahaha!
Depois, quando eles sujam a fralda, eu devolvo. "Toma que o filho é teu".

Estefanio disse...

Isso pq vc nao tem 17 sobrinhos(irmão reprodutor?) como eu que adoram me perturbar quando o q eu mais quero é um segundo de silêncio!
Adoro crianças...longe de mim

abonitadaviaeirasouto disse...

Tbm não gosto de crianças. E graças a Deus, meus 3 irmãos não tiveram nenhum. E eles (a) são ht. Em suma, minha mãe não tem neto. Coisa que adoro. Tive criança por perto por causa das empregadas da minha mãe, que graças a Deus (parte 2) iam embora rápido da minha casa. E me sinto muito bem com isso. Uma amiga deve nenem agora, já com 3 meses, e até hoje não segurei o tal e nem quero. Sei que houve reclamação, mas sempre falo que estou de ressaca e posso deixar cair. Mentira. E sou feliz e ainda bem que não conheço ninguém mais que tenha crianças.

Câmera de Vigilância disse...

"E o pior: elas não calam a nova um segundo." A nova?

Câmera de Vigilância disse...

Mas você não está só. Há inclusive um livro, lançado recentemente pela editora Intrinseca, que se chama "Sem filhos: 40 razões para você não ter", da psicanalista Corinne Maier. E os capítulos têm títulos como:

- "O parto: uma tortura"
- "O filho: um estraga-prazeres"
- "Crianças custam caro"
- O filho: um grude"
- "Crianças demais na Terra"

E o melhor de todos:

- "A criança é uma espécie de anão cheio de vícios e com uma crueldade inata"

Muito bom!

Alexandre Lucas disse...

Eu sou da mesma opinião e enfrento o mesmo preconceito.

Jack disse...

Você realmente é muito impaciente. Tenho uma sobrinha e adoro. Claro, é cansativo às vezes, e ela não é minha filha, mas sempre fico encantado com as coisas que ela fala. Adoraria ter um filho, talvez não agora, mas no futuro. E quanto ao avião, para que serve iPod? Eu ligo o meu no volume máximo e assim não fico incomodado.
Quanto ao livo da Corinne, mencionado aí acima, é bom lembrar que ela tem 2 filhos. Ou seja, não fala sem saber do que está falando.

Douglas Mendez- O Homem é um ilha disse...

As crianças te perseguem pq vc tem babyface, elas acham q é um amiguinho.
Eu venho tentado abafar minha vontade de ser pai, quem sabe se eu tivesse a grana do Ricky Martin....

Carolina Cris disse...

Mas da praiana com o Eike tu gostou né? Mãe, posso ir na praia com o Guimeme?? Duma criança que dorme no colo da gente a caminho do via 7? e acorda pra comer feito gente??? duvido q vc odeie ele mesmo convivendo o dia todo!!! ahahaha
bjosss

Câmera de Vigilância disse...

Mas eu não disse que se tratava de um livro de alguém com conhecimento de causa sobre o que é não ter filhos. Eu apenas pontuei que ele existe e é sintoma de que há muitos que não gostam da ideia de ter filhos (e, portanto, gostarão do livro) e acho os títulos dos capítulos criativos, têm ironia. Só isso. Ou seja, não lê interpretando aquilo que não foi dito.

Celso Dossi disse...

Eu gosto apenas dos meus sobrinhos.
Criança em voo noturno deveria ser proibido.