sexta-feira, agosto 29, 2008

NYC Boys

Em março de 2007 chegava ao fim um dos maiores ícones da cena noturna gay que já existiu: o club Roxy, no Chelsea, em NYC. Palco de muitos baphos, o galpão que nasceu como pista de patinação sucumbiu à especulação imobiliária da Big Apple e, dizem, a outros probleminhas com a prefeitura. A última festa, comandada pelo então residente das noites de sábado, o top Peter Rauhofer, causou comoção entre as bees de todo o mundo e entrou para a história.

No início do mês, a LOGO TV transmitiu nos EUA o documentário Last Dance, que tentou recriar, através de depoimentos e imagens, a vibe dessa noite, além de contar um pouco sobre os principais momentos que fizeram da casa uma referência gay. Das drags às barbies, passando pela Aids, músicas, sexo, drogas, celebrities, fervos, DJs e até mesmo as duas visitas de Madonna, tudo está no filme, que em breve sai por lá em dvd.

Pra nossa alegria, no site da emissora já está disponível o documentário inteiro, em 6 partes. Saudosista e muito divertido, vale a pena tentar entender um pouco mais da nossa cultura clubber e como chegamos até aqui.

--

Falando em Peter, fontes oficiais garantem que em outubro sai o I Love Rio, novo cd da coletânea do meu DJ preferido.

Vai ter festinha de lançamento, né?

4 comentários:

Serginho Tavares disse...

bons tempos esses hein?
espero que tenha festa de lançamento sim!

abonitadavieirasouto disse...

Um dias desses coloquei no E-mule da vida, Peter Rauhofer, e por sorte tinha o set do Clossing at Roxy Last Dance, não é dos melhores set's dele, mas que é bom isso é, cheio de vogais e tal.

Alexandre Lucas disse...

...

Klero disse...

E a G-A-Y fechou as portas em Londres
Será que Queen em Paris é a próxima?