segunda-feira, novembro 10, 2008

Come Into My World

Mais uma vez, São Paulo.
Mesmo que dessa vez eu tenha ido com uma certa rapidez - indo sábado, voltando domingo, já que os amigos não estavam com tanta disposição pras jogações e eu também não queria exagerar muito - foi incrível, como sempre.

Mesmo rápido, rolaram aqueles programinhas na capital paulistana que eu amo: almocinho no Spot, noitezinha incrível na The Week, café no Santo Grão, passeio na Paulista, close na Oscar e lanchinho na Cristallo. Todos muito bem acompanhados dos muitos amigos paulistanos, cariocas e, claro, queridos blogueiros.

Mas o motivo principal da função foi só um: Kylie Minogue.

O show foi incrível. Kylie veio sem muito alarde por parte da imprensa, talvez por um desconhecimento do trabalho, talvez porque não estamos acostumados com o bom pop britânico. Uma pena. Porque um Credicard Hall lotado viu um show impressionante que caberia em um espaço maior e com uma mega infra-estrutura de palco, como aconteceu na parte européia da turnê.

Mesmo assim, era evidente a alegria da australiana em cantar (e dançar e brincar e conversar) com o público brasileiro. Também pudera, a galera estava com uma vibe tão absurda que ela ficou bem assustada.

Vale dizer que a platéia era 99% gay e a fauna era pra lá de diversificada: reecas paulistanas, barbies (muitas cariocas, diga-se), poc pocs, old school, pegadeiras e fervidas: todas estavam lá (e diz que o fundo da casa de show virou uma grande micareta. Eu não vi nada, ok?). Destaque pra bunita no camarote vestida com o figurino de pantera-lutadora da turnê antiga, com direito a luva vermelha de strass. Babadeira!

Além de cantar hits que eu amo como Slow e In my arms, Kylie ainda sambou e atendeu os pedidos da platéia com Come into my world e The One. Apesar do tal assalto na Colômbia, ela trouxe figurinos incríveis - a bota vermelha era puro luxo - e mostrou que além da voz poderosa, o corpitcho tá mais do que em forma.

Espero que essa tenha sido apenas a primeira de muitas turnês por esses cantos. Kylie é uma verdadeira diva que sabe dominar a público e fazer de um show um espetáculo inesquecível. Exatamente como a gente gosta.

---

Depois de tudo, ainda tinha o programa mais do que obrigatório do sábado: The Week São Paulo.

Casa absolutamente lotada, área vip bombando, muita gente bonita, todo mundo (de novo!) lá. Afinal, não haveria de ser diferente, né? O clima, aliás, era ótimo. Muita gente comentando o sucesso do show e o povo mais do que feliz. Só lamentei o fato dos bailarinos da Kylie não terem aparecido, né...

A atração especial da noite foi o DJ francês Ben Mason. Confesso que não conhecia o moço e dei uma procurada na internet antes. E sabe que o som me surpreendeu? Alegre, dançante, cheio de hits e numa vibe contagiante. Super funcionou. Cecin também mandou muito bem e fechou a noite em grande estilo.
Vale dizer que fontes seguras garantem que muito em breve o francês estará de volta. Atóron!

E como não pode deixar de ser, não dá pra deixar de elogiar a TWSP, a casa mais incrível do país, e aquela infra-estrutura que toda vez me deixa impressionado, não importa quantas vezes eu vá. Saí às 9 e meia da manhã com o dever mais do que cumprido.

Agora é curtir esse mês e esperar o fim do ano.
Esse promete MUITO.

---

Um videozinho roubado da ótima resenha do Rraurl. Dá pra sentir um pouquinho do que foi o clima do show, não?

5 comentários:

MANS / ANDRÉ disse...

gente
acho que foi o único que não foi
hhahahaa
mas não curto tanto assim kylie minogue...

bj

Gustavo disse...

Bom eu tbm não fui rsrs...

Mas calma, Kylie tá novinha, rsrs
Madge tá ficando Tia e dessa vez ela eu vejo hahhahaa

E eu cuspindo no prato.
Que venha a tia!

Uma Bjunda

Alexandre Lucas disse...

Viajar SEMPRE é bom ;)

Tony Goes disse...

Kylie, novinha? Ela tem mais de 20 anos de carreira e uns 42 de idade!! Mas tá com corpinho de 41. Amei.

Gustavo disse...

Ah! fazendo um Parametro Kylie e Madge.... Kylie tá novinha rsrs

Sem contar que Kylie tbm é mais nova que minha mãe rsrsrs